EDUCAÇÃO PONTUADA

SUBSÍDIOS PARA TRABALHAR “FESTA JUNINA”

Posted in Uncategorized by silvia maria do nascimento on 26/02/2012

Como a maioria das festas populares, as festas juninas estão vinculadas ao calendário religioso. Em praticamente todo o Brasil, durante o mês de Junho são comemorados os dias de Santo Antônio(13 de junho),São João (24 de junho) e São Pedro(29 de Junho).

Santo Antônio:Sua comemoração no dia 13, como as demais, foi trazidas pelos colonizadores portugueses. Santo Antônio de Pádua (nascido Fernando Bulhões), em Lisboa em 1195, faleceu aos 36 anos em Pádua, em 13 de Junho de 1231.Foi frade franciscano, tendo atuado na África, na Itália, na Sicília, e depois em Assis, onde sempre muito humilde inicou-se como pregador da doutrina católica.Datam daí os milagres atribuídos a ele, entre eles conversar com os peixes e aparecer em vários lugares ao mesmo tempo. A tradição popular transformou Santo Antonio em casamenteiro e as moças que querem marido, rezam e fazem simpatias. É conhecido também como santo das causas difíceis e dizem que ajuda a encontrar algo desaparecido.

São João:  Conta a lenda que quando o Anjo Gabriel avisou Maria que ela daria à luza um menino que se chamaria Jesus, sua prima Isabel também teria um meninoque nasceria primeiro, que se chamaria João. Para avisar do nascimento de João, Isabel mandaria colocar no alto da montanha próxima ao rio Jordão, um mastro enfeitado com flores vermelhas ( hoje flores de São João), com uma bandeira e acenderia uma fogueira.Assim fez. São João foi divulgador do Cristianismo e acabou sendo degolado na Palestina no ano 31.  O dia de São João é comemorado com fogueiras, mastros, bandeirinhas, bombinhas e devotos pisam em brasas com os pés descalços.

São Pedro: Este santo encerra o ciclo das festas Juninas. São Pedro, apóstolo de Jesus, era pescador.Quando Jesus morreu, Pedro foi encarregado de cuidar dos primeiros cristãose orientar a pregação da nova doutrina, tendo sido o organizador da Igreja Católica. Por isso, foi chamado Pescador de Almas . Por ter sido pescador, São Pedro é o protetor dos pescadores e em seu dia, muitos se organizam em procissões pelos mares, rios. Com o passar do tempo, as pessoas passaram a comemorar estes santos e além de incorporar elementos próprios de suas histórias, como a fogueira, mastros, bandeiras coloridas, pescarias, introduziram o casamento caipira em homenagem a Santo Antônio, danças, comidas típicas do campo que os santos eram mais comemorados. As festas passaram a ser conhecidas como “festas Caipiras“.

As comemorações na cidade imitam aquelas feitas no campo, mas deturpam a figura do homem do campo, representando-o como desajeitado, que anda e dança desengonçado( é a fantasia do Jeca). O nascimento de São João (24 de junho) coincide com a época do ano em que a população do campo festeja a colheita. Toda a Europa vive a tradição de acender a fogueira nos campos e brincar e dançar ao seu redor, o que é uma expressão de alegria nos meses de fartura.

Os Balões: sobem ao céu, segundo o folclorista mineiro Sebastião Rocha, levando as promessas para garantir uma boa colheita, saúde e dinheiro para a família e casamento para os solteiros. Saltar a fogueira e pisar nas brasas fortalecem os laços  de amizade e de afeto entre as pessoas.Em muitas regiões do Brasil fala-se nos “irmãos” ou “manos” de fogueira.

A Quadrilha :não faz parte das origens das festas juninas.Sua origem é francesa.Esta foi a princípio uma dança de salão executada aos pares.Como no Brasil Colônia copiavam-se os modismos ditados pela França, a quadrilha chegou ao Rio de Janeiro primeiro nos salões, depois foi para as ruas.

O que a quadrilha mostra é o romantismode uma conquista amorosa. Os cavalheiros fazem a “corte” ás damas com gestos que encenam o que diz o marcador, o animador da quadrilha, que chama quem quiser participar da dança e orienta os pares, garantindo a animação.

SUGESTÃO DE QUADRILHA SIMPLIFICADA PARA CRIANÇAS PEQUENAS.

  • Entrada dos Pares
  •  Volta de Apresentação
  •  Divisão dos Pares
  • Aos seus lugares
  • Cumprimento dos Cavalheiros
  • Aos seus lugares
  • Cumprimento das Damas
  • Aos seus lugares
  • Balancê com seu par
  • Aos seus lugares
  • Balancê de novo( dois a dois lateralmente até o final da fila)
  • Aos seus lugares
  • Olha o túnel Pessoal
  • Caminho da roça
  • Olha a chuva!
  • Já Passou!
  • Olha a cobra!
  • Já mataram!
  • A ponte quebrou!
  • Já consertaram!
  • Preparar para o grande baile…(forma-se os pares a dançar pelo salão)
  • shi…jogaram pó de mico no salão!
  • já passou…
  • Preparar para o caminho da roça e a grande despedida! ( o grupo faz uma volta balançando o chapéu e as moças a acenarem e mandarem beijinhos)
  • CASO TENHA CASAMENTO: POESIA “CASÓRIO CAIPIRA” – para ser declamado antes do casamento.

– Vai começar o casório/de um parceiro roceiro/ Sinha…Seu…/Muito amor e pouco dinheiro

-Uma festa açucarada/Vai haver neste arraial/A noiva é moça prendada/nunca vi doceira igual

– O noivo é cantor famoso/Melhor não há no sertão/quando ele toca viola/Pega fogo no salão.

– Por favor peço atenção/pro casório começar/seu vigário,sacristão/os noivos vão “amarrar”

Sugestão de Casamento Caipira :

PADRE/NOIVOS/PAIS DA NOIVA/PAIS DO NOIVO/CONVIDADOS( todos os demais da dança)

( fazer o casamento antes das danças ou da quadrilha)

Padre: Vamo dá início ao casório de Nhá Maria e Nhô Zé.  Ocês sabem o que tão fazendo? Vê bem…qundo vinhé os guri, noite inteira chorando…Vixi Maria: (olha o pai da noiva): mas vale a pena, né?( Olha os noivos): uai, cadê o noivo?( A noiva chora e o pai, furioso, procura e traz o noivo)

Padre: Intão vamo pros finarmente, antes que dê o bode.Si  arguém soubé de arguma coisa, que fale logo.Nhá Maria, qué arrecebê Nho Zé pra Marido?

NOIVA: – To doidinha pra isso…

Padre: Nhô Zé, quê arrecebê Nhá Maria pra muié?

NOIVO:- Num sei si quero…

PAI DA NOIVA:(atrás do Noivo): -Hum …Hum…

NOIVO: – Intão eu quero.

PADRE:( Fazendo o sinal da Cruz) Já tão casado, vão cuida da obrigação!

PAIS DO NOIVOS: Viva os Noivos!

PAI DA NOIVA: Vamo dancá pessoar, num quero vê ninguém triste nesse arraiá!!!

(COMEÇA A QUADRILHA OU QUALQUER OUTRA DANÇA).

ASSUNTOS QUE PODEM SER TRABALHADOS

  • A vida dos Santos Padroeiros dessas festas
  • Comemorações feitas.
  • Pelas Igrejas: com missas, novenas, procissões,benção dos pães, quermesses.
  • Nas escolas: com quadrilhas,brincadeiras,comidas.
  • Quermesses: Cidade Junina,Morro da Nova Cintra e outras.
  • A vida do Homem do Campo – Vestuários, alimentação, costumes,  transporte, animais, plantãções, comparação da vida na cidade e no campo, a interdendência campo X cidade.
  • O inverno: Alimentação e vestuário adequados, hábitos de higiene e conservação da saúde.
  • Alimentos próprios das Festas Juninas.
  • Os perigos dos fogos e dos balões ( história : o Balãozinho teimoso)
  • Dramatizações.
  • A  Festa Junina na nossa escola.
  • Vocabulário: Trabalhar com a criança o significado de termos como: Arraial,Balão, Caipira, Casamento, Capela,Dança,Quermesse, Quadrilha,Festa Junina,etc.

MÚSICAS – SUGESTÕES

  1.  Capelinha de Melão/ é de S.João/é de cravo,é de rosa/é de manjericão/São João está dormindo/não me ouve não/acordai,acordai,acordai João.
  2. Pai Francisco entrou na roda/tocando seu violão/para ra pa pa/ vem de lá seu delegado/Pai Francisco/foi pra prisão/com ele vem/todo requebrado/parece um boneco desengonçado.
  3. Meu bandolim/oh!meu bandolá/meu bandolim/eu já vou cantar/e as meninas/que usam fitas/saias de chita/já vão dançar/mesmo que chova/o que chovar/mesmo que vente/o que ventar/ e os meninos/ tão requebrados/chapéu de lado/já vão tocar/lá lá lá…
  4. O baile lá na roça/foi até o sol raiar/a casa estava cheia/mal se podia entrar/estava tão gostoso/aquele reboliço/mas é que o sanfoneiro/só tocava isso…
  5. Com a filha de João, Antônio ia se casar/mas Pedro fugiu com a noiva/ na hora de ir pro altar/ A fogueira está queimando/o Balão está subindo/Antônio estava chorando/e Pedro estava fugindo/ e no fim desta história/ ao apagar-se a fogueira/Joao consolava Antônio/que caiu na bebedeira.
  6. O balão vai subindo/vem caindo a garoa/o céu é tão lindo/ a noite é tão boa/São João, São João/ acende a fogueira/do meu coração.
  7. Eu bato os pés com força no chão/eu rodo como um pião/eu faço requebradinho/meu bem/eu ponho as mãos no chão/eu bato, eu giro/eu ponho as mãos no chão/pipoca,pinhão/ eu vou festejar São João.

FONTES DE CONSULTA:

-Enciclopédia Barsa

-Nova Escola- Junho 1993

-Revista Pedagógica Brasileira

-Revista do Ensino – R.S.

Apostila organizada por: KÁTIA DERITO RAMOS, com base em apostila organizada por CAROLINA ANDRADE DE OLIVEIRA / 1993

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: